Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sentir na Pele

alergias, manias e outras patologias.

Sentir na Pele

alergias, manias e outras patologias.

Fiquei acordada!!

Ontem consegui ficar acordada até ao final da cerimonia! Nunca me tinha acontecido. Palmas para mim!!
Vi passar todos os vestidos na passadeira, lindos... Mas o meu preferido foi o da Cate Blanchett, esta senhora têm uma elegância que é qualquer coisa...
Acho que passei pelo sono algumas vezes... Mas assisti a todas as categorias mais importantes.
Confesso que a única categoria que me surpreendeu foi a de melhor filme, (venceu os 12 anos escravo) pois como sabem achei que a historia não teve o final que merecia. Contudo não deixa de ser um grande filme e a academia pode ter querido passar a mensagem que actualmente muitas pessoas são alvo de escravidão...

A Ellen DeGeneres, que apresentou esta edição, esteve um máximo, com as suas piadas, com uma selfie no meio da apresentação ( que postou no Twitter).
A sua descontração acabou por animar toda a plateia!

Jennifer Lawrence, volta a cair, mas desta vez na passadeira vermelha. Acreditem que cheguei a pensar que isto lhe ia dar sorte...não deu.

Na categoria de melhor canção original, ganhou Let It Go de Frozen. Para quem não viu a performance de Idina Menzel:
allowfullscreen>

As minhas apostas

Estas são as minhas apostas para a Grande Noite!

Não tenho acertado muitas vezes nos anos anteriores.

Nota: as categorias têm mais do que uma aposta... 

 

Há muito tempo que não tínhamos candidatos tão bons... qualquer um para mim merece, mas aposto nestes:

 

 

Melhor Filme

 

 

Melhor Realizador

 

Steve McQueen

 

Alfonso Cuarón

 

 

Melhor Actor

 

Leonardo DiCaprio

 

 Chiwetel Ejiofor

 

 

 

Melhor Atriz

 

Meryl Streep

 

 

Cate Blanchett

 

Melhor Actor Secundário

 

Jared Leto

 

Michael Fassbender

 

 

Melhor Atriz Secundária

 

Lupita Nyong'o

 

Jennifer Lawrence

 

Agora é esperar pela abertura dos envelopes! :)

Philomena - Filomena

É tão difícil arranjar palavras para descrever este filme.

Nos primeiros minutos percebemos que o que nos está a ser apresentado é uma grande caixa de "bombons", e não sabemos por onde começar.

Quando recebemos o primeiro "bombom" e o abrimos, percebemos logo que vai ser muito difícil poder aproveitar todo o seu "sabor", não temos tempo porque logo a seguir temos outro a abrir...

Os "bombons" vêm recheados de:

-"Surpresas que a vida nós trás"- pensamos que a vida perde sentido e logo percebemos que existe mais vida.

-"Fé em Deus" - na esperança que nos guie sempre pelo caminho do amor.

-"Só Deus é Deus" - e por isso as pessoas não podem pensar por Ele, só devem amar os outros e ter compaixão pelo próximo, pois todos merecemos ser amados.

-"O amor move tudo" - é mais forte que qualquer coisa! Faz perdoar, aceitar as diferenças.

Sobre a historia:

Foi terrível o que fizeram a estas pessoas, horrendo, desumano! Mas hoje como sabemos existem pessoas que são vítimas de muitas atrocidades...

Contudo Filomena soube encontrar o caminho de Deus, do amor e do perdão, e soube sobretudo amar.

O jornalista que a acompanha, durante o filme passa por uma transformação... E aprende a aceitar os outos e as suas diferenças.

Ser como a Filomena é muito difícil... Todos sabemos que sermos levados pela raiva e consumidos pelo rancor e mais fácil, mas é mais desgastante e não trás qualquer beneficio.

Quem ama encontra paz e leva a paz consigo.

Sobre o filme:

Uma realização, de Stephen Frears, que para contar esta historia não podia ser melhor!

O tempo do filme foi perfeito.

Steve Coogan, o jornalista, esteve no ponto. É ele que acompanha a personagem principal durante todo o filme, e sem ele Filomena não teria brilhado.

Judi Dench, Filomena, esteve serena, contida, sofrida numa palavra, magistral! (Se for o seu ultimo filme, que duvido, sai pela porta grande!)

Um filme dramático, que nos enche o coração!

Se eu fosse aos Óscares...

Bem, seria um sonho poder estar perto de grandes artistas que admiro!

E se depois ainda pudesse escolher o lugar onde me sentar, escolhia ficar perto da Meryl Streep.

É uma atriz fabulosa (e muitos outros adjectivos também se aplicam)! E depois tem um ar simples e discreto!

E tem um sentido de humor muito singular:

allowfullscreen>

e também muito importante: iria adorar poder vestir um daqueles vestidos que vemos na passadeira vermelha, apenas por umas horas!!

O Lobo de Wall Street

Numa palavra: Vertigem

Ficamos colados ao ecrã, sentimos os olhos a ficarem cada vez mais abertos, a boca descai e por fim a mão tapa a boca!

É a loucura completa, uma bola de neve que é difícil de sair e que cada vez se torna maior.

É o estar sempre a um passo da ruína, emocional, relacional e profissional...

Mas o desejo de querer sempre mais, consome, e perdemos o controlo, parece que a única alternativa é continuar!

Um autentico Lobo que corre por mais "carne", que é pujante e feroz! Mas por quem conseguimos ter empatia e compaixão!

Leonardo DiCaprio, no seu melhor! A realização de Martin Scorsese, dentro do seu estilo e por isso muito bem feita.

Agora o tempo de filme foi demasiado! Para mim a historia tinha ficado bem contada numa hora e meia.

Her - Uma historia de amor

À muito que aguardava para poder ir ver este filme.

E valeu a pena esperar porque superou as minhas expectativas!

Dizem que o cinema tem a capacidade de nos transportar para outras realidades, e por esse motivo é para nós mais fácil reflectir sobre assuntos que invadem os nosso dias! E somos de facto transportados para outra realidade que pode estar muito próxima de nós...

O que dizer sobre a interpretação de Joaquin Phoenix, nada! Só aplaudir! Fez o filme praticamente sozinho... Ouvindo a voz forte e sensual da Scarlett Johansson... Difícil não resistir!

Depois de vermos o filme questionamos: o que é afinal o amor? E as relações afectivas?

Nicholas Sparks, escritor americano afirma: "Finalmente entendi o que significa o verdadeiro amor. Amor quer dizer que você se importa mais com a felicidade da outra pessoa do que a sua própria. Não importa o quão dolorosas sejam as escolhas que você tiver que enfrentar. "

Chegamos aos minutos finais do filme, com uma sensação de vazio, como se o tapete nos tivesse sido tirado. E não é assim que nos sentimos quando uma relação termina?

Claro que cada pessoa encontrara a sua resposta!

É um filme profundo que recomendo.

Golpada Americana

Como ontem estava melhor fui ao cinema.

O que dizer sobre este filme?
Bem, uma grande confusão...
Os actores e as interpretações são o melhor do filme. A caracterização, os cenários o guarda roupa também muito bons!
Gostei muito da realização :)


Mas tudo isto pedia mais... Muito mais do que uma simples história que se conta num instante.
Pronto estou desiludida, estava a espera de um filme que me fizesse perder-me de amores. E não me perdi!

Sobre a história:
Todos sobrevivemos e arranjamos formas para continuarmos vivos no período em que cá estamos.
Uns confundem sobreviver com enriquecer e subir na vida. Durante a viagem vamos perdendo a razoabilidade, e a nossa vontade de vencer é tão grande que nos cega e deixamos de ver o obvio.
Enganamos os outros, e enganamonos a nos...
Nunca esquecer que devemos ter muito cuidado com quem nos metemos...

Afinal existe sempre alguém a espreita para enganar e ser enganado!

Ao encontro de Mr. Banks

Gostei tanto... Este filme foi magico!

Fala sobre o amor incondicional que temos pelas outros, compaixão e tolerância!
Todos guardamos imagens do passado da forma como queremos ou como as circunstancias o permitiram. Mas temos a possibilidade de mudar o final das historias e guardar no nosso coração o que entendermos, e passar esse filme quando quisermos!

A imaginação, é portanto, é uma ferramenta poderosa que também pode ajudar a acalmar o passado.

Chorei apenas no final!
Recomendo! :)

Blue Jasmine

Não estava para o ir ver, mas lá fui eu :)


O que dizer sobre Cate Blanchett? Mais uma vez fantástica!
Não sou fã de Woody Allen, estou longe disso, gosto apesar disso de ver os filmes dele porque trazem sempre uma mensagem importante a reter!

Este fala da história de uma Dondoca, que tinha "tudo" e que nunca se preocupou muito com o verdadeiro sentido das relações entre as pessoas... Nem o da felicidade.
Fui levada a pensar que a Jasmine ia cair nela um dia... Mas penso que esse dia não aconteceu durante o filme! Ela continuou sempre "embriagada" com a neblina dos seus sonhos e ilusões!

Qual foi a mensagem que trouxe? Que ser é diferente de ter.